Compliance em TI? Entenda sua importância e suas melhores práticas!

Compliance em TI? Entenda sua importância e suas melhores práticas!

Implementar sistemas de trabalho, softwares ou soluções computacionais sem observar os impactos legais pode gerar prejuízos imensuráveis a uma empresa. Para que seu negócio atue de acordo com a legislação vigente no país é preciso implementar práticas de compliance em TI.

Isso significa alinhar as medidas adotadas por gestores de Tecnologia da Informação às instruções normativas, decretos, regulamentos, leis ordinárias, etc. Trata-se, portanto, de uma obediência a determinações externas à organização.

Ao final da leitura, você vai entender por que a compliance em TI é tão importante e como implementá-la. Acompanhe!

O que é compliance?

Compliance vem do termo em inglês “to comply” que quer dizer “cumprir algo”. Seu objetivo é garantir que pessoas e processos em uma empresa cumpram com normas reguladoras, leis e regulamentos internos adotando boas práticas.

Assim como as áreas financeira, contábil, de saúde e segurança do trabalho devem seguir padrões e procedimentos legais para que a empresa não esteja vulnerável a multas, interdições e ações indenizatórias, o setor de Tecnologia da Informação também precisa adequar suas políticas a uma postura ética.

A falta de especialistas em Direito Digital contribui para que muitas empresas adotem soluções de TI sem mensurar suas consequências legais, como as relacionadas a seguir:

  • uso de novas tecnologias (que podem esbarrar em alguma lei);
  • segurança dos dados;
  • políticas de acesso;
  • uso de tecnologias e ferramentas que ajudam a evitar fraudes.

Por isso a empresa deve estar atenta às leis relacionadas ao compliance voltado para a Tecnologia da Informação:

Um exemplo de irregularidade em relação ao compliance de TI é a falta de licenciamento para o uso de softwares. A prática pode causar grandes prejuízos à organização por originar uma dívida gigantesca com empresas portadoras dos direitos de propriedade intelectual.

Pensando em contribuir para que as atividades da sua empresa estejam em conformidade com as normas judiciais, relacionamos as 4 melhores práticas de compliance.

Que cuidados ter com o BYOD?

O Bring Your Own Device (BYOD) tem sido cada vez mais utilizado pelos gestores das organizações com receio de que os colaboradores utilizem de maneira errada os aparelhos próprios, gerando problemas aos sistemas e rede corporativa.

A melhor maneira de a empresa se proteger de ações maliciosas é adotar procedimentos de segurança como:

  • assinatura de termos de responsabilidade;
  • instalação dos mesmos sistemas antivírus usados na empresa;
  • obrigatoriedade do uso de senhas com bloqueio automático;
  • realização de backups periódicos na rede.

Por que utilizar um SAAS?

Um Software As a Service (SAAS) armazena bases de dados que podem ser acessadas a qualquer momento, de qualquer lugar. Portanto, todos os colaboradores poderão acessar os documentos relacionados às políticas de segurança, regulamentações e legislação vigente.

Sendo assim, os funcionários não terão meios para alegar desconhecimento das regulamentações, políticas de segurança, monitoramento de sistemas e indicadores de cumprimento das medidas, pois os dados estarão disponíveis para consulta, podendo ser acessados sempre que necessário.

Vale investir em Cloud Computing?

As regras mudam com certa frequência e cada alteração exige que os sistemas sejam modificados ou que se desenvolvam novos programas.

Sendo assim, ao investir em cloud computing a empresa evita gastos e riscos desnecessários, além de reduzir o trabalho das equipes, uma vez que as alterações são automaticamente incorporadas à tecnologia.

Logo, as soluções que utilizam cloud computing facilitam a implantação do compliance, garantindo a aderência das organizações às diretrizes.

Qual é a importância da governança corporativa

A integração da governança ao compliance é fundamental para o sucesso e crescimento da companhia.

A governança de TI significa um conjunto de boas práticas que pode diminuir riscos e custos da área e só é possível se as políticas e valores éticos da empresa estiverem alindados com o que as regras pedem que se pratique.

Sabendo disso, suas decisões vão ser mais conscientes e acertadas ao adotar as melhores práticas de compliance em TI e você estará mais seguro para implementá-las.

Agora, só falta você compartilhar o conhecimento adquirido neste post com os seus amigos nas redes sociais!

Deixe uma resposta

Fechar Menu